TRABALHADORES DA GE APROVAM ESTADO DE GREVE DEPOIS DE DEMISSÕES

Os trabalhadores da GE, antiga Alston, de Taubaté, aprovaram o estado de greve na empresa. A decisão foi tomada em assembleia, realizada nesta sexta-feira (12) e comandada pela direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau).

O estado de greve é uma resposta da categoria pela demissão em massa, comunicada pela empresa por meio de cartas. De acordo com o presidente do Sindmetau, Claudio Batista, o Claudião, a medida é arbitrária, uma vez que o sindicato vinha discutindo com a direção da GE alternativas para as demissões.

“No início, a empresa tinha a intenção de demitir 400 trabalhadores. As negociações estavam em andamento e fomos surpreendidos com essas demissões.” Claudião afirmou ainda que o Sindicato não vai aceitar a ação unilateral da empresa, mas que está aberto para continuar as negociações para tentar resolver o impasse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *